Chapter 2013 – Act 05, Page 18

Hoje é a segunda gira e mal posso esperar para começar, mas a forte gripe me assola e me deixa meio zonzo e indisposto. Mesmo assim, forço e me encontrar com meu caboclo, e parto em direção à casa. Indisposto e um pouco melhor dos sintomas da gripe, transito pela caótica São Paulo que não para e não descansa, que vive dia e noite da mesma forma, que apenas acalma seu ímpeto durante a fria madrugada, que é São Paulo viva, São Paulo forte e que luta por sua sede de liberdade e autonomia, São Paulo linda.

Caboclo vem forte, gritando e urrando por aí, pesado. Recaí sobre mim e não desce totalmente, acho que meu corpo está fraco para suportá-lo tão forte e pesado, ele então pesa, me envergando e depois sobe. Estranho. É como se ele sempre estivesse por perto, mas só agora se apresentou, e mesmo sem saber seu nome, sei quem é. Sei que com o tempo irei descobrindo quem são, de onde vem e pra onde vão, sei também que essa é uma relação de confiança para ambos os lados, que assim seja e assim se faça.

Bem, após a gira minha gripe deu uma boa melhorada, meu ânimo melhorou e eu já não mais sinta a indisposição que antes sentia. É estranho, mas é assim que me sinto, como se num passe de mágicas tudo melhorasse. Novas oportunidades, novos aprendizados e novos passos, tudo novo, num mundo novo.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s