Chapter 2013 – Act 06, Page 19

Caminhando contra o vento

Sem lenço e sem documento

No sol de quase dezembro

Eu vou…

O sol se reparte em crimes

Espaçonaves, guerrilhas

Em cardinales bonitas

Eu vou…

Em caras de presidentes

Em grandes beijos de amor

Em dentes, pernas, bandeiras

Bomba e Brigitte Bardot…

O sol nas bancas de revista

Me enche de alegria e preguiça

Quem lê tanta notícia

Eu vou…

Por entre fotos e nomes

Os olhos cheios de cores

O peito cheio de amores vãos

Eu vou

Por que não, por que não…

Ela pensa em casamento

E eu nunca mais fui à escola

Sem lenço e sem documento,

Eu vou…

Eu tomo uma coca-cola

Ela pensa em casamento

E uma canção me consola

Eu vou…

Por entre fotos e nomes

Sem livros e sem fuzil

Sem fome, sem telefone

No coração do Brasil…

Ela nem sabe até pensei

Em cantar na televisão

O sol é tão bonito

Eu vou…

Sem lenço, sem documento

Nada no bolso ou nas mãos

Eu quero seguir vivendo, amor

Eu vou…

Por que não, por que não…

Por que não, por que não…

Por que não, por que não…

Por que não, por que não…

 

Alegria, alegria – Caetano Veloso

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s