Chapter 2013 – Act 07, Page 04

A falta de respostas, amarga mais que uma resposta mal educada. Ver e não poder tocar, sentir e não poder chorar, ter e não poder ver, como faço com todos esse sentimentos conturbados que assolam minha mente? Ei de respirar e pensar, hoje sou mais paciente, mas ainda me coloco na dúvida da assertividade, mas não ei de titubear e agir sem pensar. Eu não acredito em nada, pois sei que não há início e nem fim, terra ou estrelas, claro ou escuro, certo ou errado, mas acredito na batido dos nossos corações.

Abra seu coração e sinta a razão confidenciando seus mais secretos sonhos e anseios, sinta a vida fluir rapidamente por todo seu corpo, resista e não deixe que ela se esvaia. Abra sua mente e veja um novo, juntos podemos ser o impensado, fazer o impossível, viver tudo aquilo que não foi vivido, juntos podemos ser apenas um. Um, com a força de muitos e a voz de milhares, apenas um. Sonhe e viva, pois viver é melhor que sonhar. A vida é uma insígnia turva daquilo que se deveria ser, mas viver ainda é melhor que estar morto, morto por dentro como um pão mofado que nem mesmo alimenta os insetos, e só serve para a Terra, que o usará para se manter forte.