Chapter 2013 – Act 07, Page 18

E qual ver o mundo com outros olhos e pensar na vida como se fosse apenas uma passagem simbólica e totalmente para aprendizado. Se você pensasse assim, talvez seria mais feliz, ou menos arrogante, ou ainda menos ‘tonto’. Viva a vida com a sagacidade de um lince, seja veloz e ligeiro, seja inteligente e perspicaz como uma raposa, seja você e vá onde nunca pode ir, vá além e peça para que alguém te lembre um dia daquilo que você deixou para trás, esquecido nas areias do tempo, perdido por entre as ruínas do teu castelo apodrecido. E se fôssemos dançar juntos, qual seria o ritmo, de uns tempos para cá, tenho escutado muito algo que envolve ‘Instrumental Groove’, ‘Grove’, ‘Samba’, ‘Rock’, ‘Afrobeat’, ‘Reggae’ e ‘Cumbia’, ou tu preferiria dançar um jazz, ou então uma música clássica, ou a nossa amada MPB? Apenas gostaria de poder falar contigo, saber como estás, como se sente, se está tudo bem. É triste e ao mesmo tempo misterioso, mas devo confessar que tu é diferente, não sei o que há, mas não consigo saber o que acontece contigo, não posso te sentir à distância e descobrir o que tu sentes e pensas, gostaria que fosse diferente, mas se assim fosse, tu seria apenas mais um para mim, coisa que não é, e disso tenho certeza.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s