Chapter 2013 – Act 09, Page 22

Domingo de almoço na casa da Mãerizete, não há nada melhor que isso, tá, há algo melhor. Almoço na casa da vóvó, isso é melhor do que qualquer coisa na vida. Conversar com os amigos, num domingo nebuloso na São Paulo da Garoa, só para reafirmarmos nosso clima perfeito, que agrega e aconchega ainda mais os corações paulistanos, mesmo daqueles que não nasceram aqui, mas já se consideram parte da cidade. Havia anos que não me sentia tão bem quanto hoje, bem e forte, é estranho dizer isso, mas me sinto mais forte e sábio com o passar dos dias, consigo perceber em mim a mudança de anos de treinos e aprendizados, hoje sou mais paciente e compreensivo, mas basta um estalar de dedos para me tirar do sério e acender o pavio da ira e fúria que resido no mais profundo do meu ser.

Hoje noto que nada somos diante grandiosidade da Natureza, e que não importa se tu és branco ou negro, amarelo ou vermelho, o que importa é que faz parte disso, faz parte da vida. Chegará um dia que você também se dará conta de que faz parte da vida, e que ela é muito curta para ser desperdiçada, e hoje eu sei disso, consigo compreender e ver isso. Hoje a vida flui intensamente em mim, hoje eu vivo cada minuto intensamente, e intensidade é a minha maior qualidade, mas também o meu maior defeito, pois amo e odeio com a mesma intensidade.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s