Chapter 2013 – Act 11, Page 05

Estou verdadeiramente amando escrever Ballerina’s Whore, sério, estou tão empolgado com isso! E, para encerrar a noite com chave de ouro, temos uma pequena grande discussão no grupo da facul por uma coisa chamada, preguiça, ou talvez ego, falta de vontade, comodismo, desinteresse, querer dizer algo e não ter nada para dizer, falta de discernimento, ócio, mal humor, mal comida, mal amada, ou então tosca/escrota. Tá, esses dois últimos resumem muita coisa, tenho ódio mortal quando falo com alguém perguntando milhares de vezes se a pessoa tem alguma ideia diferente, o que a pessoa sugere e afins, a pessoa não responder nada e no final ter a capacidade de dizer gritando feito louca: “é sempre assim, estou cansada, sempre só valem as mesmas opiniões”.

Meu sangue ferve, meu coração para momentaneamente de bater, meu pulsos fecham, e um sonoro “VAI SE FUDER” ecoa da minha singela boca, tão sonoro que até os pássaros param para nos dar sua atenção. Fico inconformado como a pessoa está no 4º semestre de faculdade e tem a capacidade de usar como argumentação a seguinte frase “não sei nada sobre isso, por isso que fico quieta”, porra, vai se fuder três vezes com mendigos virgens das ilhas salgadas. Está no 4º semestre de publicidade e propaganda e tem a coragem de dizer que não sabe de nada? Desculpa, volta pro 1º semestre, ou muda de curso, que tal fazer administração? Fico puto.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s