Chapter 2013 – Act 11, Page 11

Essa segunda-feira teria algo para ser diferente, se ao menos eu tivesse me lembrado que hoje faz 5 meses que namoro. E já 5 meses? Sim, graças à minha querida e fiel agenda fiquei sabendo disso e … de que me adianta saber disso se nem mesmo meu namorado se lembra, ou menos ainda se importa com isso. Poderia eu começar a descrever as lamúrias do meu namoro, mas me pergunto para quê? Um dia decidi que iria compor os capítulos da minha vida, e esse namoro faz parte dela, mas muito me pergunto se realmente faz parte dela, meu namorado é a pessoa mais ausente da minha vida que conheço, ele consegue ser mais distante que alguns entes queridos que já partiram, pelo menos consigo sentir a força desses entes algumas vezes e vê-los também.

Sei que ficar aqui escrevendo sobre tudo isso não mudará nada, não o fará mais presente, mas é foda quando cansamos de tentar fazer essa pessoa a fazer parte da sua vida, mas ela simplesmente não quer. E o que posso fazer além de respeitar isso, ficar chateado com a situação, mas tocar o foda-se e continuar a minha vida? Exatamente isso que faço, toco o foda-se e continuo vivendo, me divertindo, saindo com os amigos e me entregando aos desígnios da deusa. O ar continua soprando lá fora, quem sabe um dia traga de vez tuas terras para as minhas…..

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s