Chapter 2013 – Act 11, Page 12

E, a lamúria continua, de que me adianta ter um namorado se a última vez que eu o vi por segundos foi há 7 dias? E já posso sentir no vento que não o verei hoje também, e olha que ainda são 14 horas enquanto escrevo essa parte do texto. Lá no fundo eu tento me enganar e conviver com isso como se fosse algo normal, ter alguém sem poder tocar e sem poder efetivamente ter. Sou possessivo, como lidar com isso?

É, meus dons ainda estão afinados, e minha habilidade de anos ainda me faz compreender o que o destino me diz através de suas artimanhas. Mais um dia que não nos vemos, e quer saber, foda-se novamente. Enquanto isso ainda não me faz mal, deixo as coisas correrem como manda o destino.

E quer saber, vou comemorar a véspera do meu aniversário com amigos em algum lugar da minha amada Augusta, quem sabe comer algo e depois beber até o dia clarear? Está decidido, primeiramente pararemos no Sukya e depois pro Fly Bar.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s