Chapter 2013 – Act 12, Page 20

E após uma longa jornada de provação e, talvez, amadurecimento, enfim volto pra casa. Sério, fora uma verdadeira provação divina passar esse mês na casa da minha avó, além de termos ideais completamente diferentes, estamos cada um de um lado no tabuleiro da vida, eu querendo ajudá-la a mudar sua vida com todos atos mesquinhos e impensados durante seus quase 80 anos, e ela lutando fortemente para continuar com a futilidade e aparência das situações das quais já não tem mais o controle há tempos. E ambos somos jogadores experientes e hábeis, sabemos jogar com as mesmas peças e conseguimos antever os movimentos do adversário, mas, o fator decisivo deste jogo é a surpresa.

Confesso que construí minha fama de rude e insensível durante longos anos, aquela velha tática de ser respeitado através do receio que as pessoas têm em te contestar, e gosto dessa visão que as pessoas têm. Mas, esse não é o fator surpresa. Uma coisa que a minha avó não sabe, e está suspeitando hoje, é que também sei jogar com os artifícios que ela usa, mas a minha vantagem é que estou com um pé à frente dela, e outro bem atrás dela, basicamente cercada por todos os lados e ângulos, eu consigo deduzir qual será a próxima cartada dela, e ainda tenho tempo de remediar os resultados finais do jogo, e também a conheço há anos.

O que ela realmente não imagina é que ando pelas trevas e pela luz, só assim é que consigo saber o que ele está tramando e qual será seu próximo passo. Sei que essa senhorinha não é lá uma flor que qualquer um deve cheirar, mas hoje ela não é de todo mal assim. Apenas teve algumas desavenças com o destino, das quais quis esquecer e tentar ocultá-las nas sombras. Consigo desvendá-la sem muito esforço, mas preciso de muita força para me defender, me deixo entrar no seu jogo, mas eu é que conduzo as minhas peças no tabuleiro.

Infelizmente não posso ficar aqui para sempre para cuidar dos meus avós, o quadro de saúde do meu avô está melhorando consideravelmente, mas o que realmente me preocupar é a teimosia da minha avó. Ela é ardilosa e trapaceira, mas eu ainda sei alguns dos seus segredos e tenho como evitá-los para proteger a saúde de ambos, há coisas nesse mundo que ninguém poderá explicar, mas que um dia irá compreender. Mesmo estando distante vó, estarei de olho na senhora e no meu avô.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s