Chapter 2014 – Act 03, Page 20

Não preciso comentar com ninguém que conversar com o Allan é sempre muito bom e confortável, temos ideias e ideais bem similares, e até gostos parecidos nós temos. Hoje o papo foi meio curto, e como sempre eu falo demais, isso já é uma marca minha. Enfim, falamos hoje sobre alguns pontos em aberto sobre os nossos estudos, e estamos caminhando bem e rápido, por caminhos separados, mas ao mesmo tempo juntos, isso é bem interessante. Dou um nome à X força, e ele dá outro nome para a mesma, mas o conceito da força é o mesmo, e isso isso é importante ressaltar aqui.
Starbucks, já disse que amo ficar horas por aqui, lendo um livro e tomando um café? Isso me remete tanto a London, tudo bem que por lá eu frequentava muitas Chaterias, e fazia o mesmo, estudar e ler, sempre observando o movimento da rua nas disputadas vitrines. Bons tempos esses. E hoje vamos à minha loja preferida, desenvolver o projeto da Rádio. E como sempre, a Larissa não pode comparecer, pois caíram meteóros rosas pela cidade, dos quais surgiram misteriosos seres azuis, alguns acharam que eram os Smurfs, mas quando eles mostraram suas presas afiadas, todos perceberam que não se tratavam dos pequeninos que fizeram parte da minha infância. Todos saíram em disparada para algum lugar seguro, e a Larissa estava no meio deles, certeza.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s