Chapter 2014 – Act 05, Page 28

Escrever, grafar, gravar e também manchar as folhas de tinta com símbolos e marcas. Escrever nada mais é do que gravar, seja esse gravar um pensamento, uma história ou estória, mas gravar.
Isso implica mais do que simplesmente seguir de um ponto a outro e observar a reação do leitor, no meu caso não poderei ver sua reação. Gostaria de ter um meio mais eficaz de transcrever uma ideia, mas aí a magia da escrita se perderia e tudo seria monótono, sem altos e baixos e também sem narrativas.
Observo atento a todos ao meu redor, e todos são iguais. Alguns mais baixos, outros maiores e belos, gente de todo o tipo, mas todos iguais. Todos seguindo o mesmo padrão normativo social, todos saindo de um ponto para outro sem viver, sem ter experiências, sem observar a vida que é vivida aqui do lado de fora. Nem tudo é como queremos que seja, mas se nós esforçarmos um pouco mais com nós mesmos, conseguiremos mudar o inconsciente coletivo dessa realidade sórdida. Ou nem tão sórdida assim, mas uma realidade.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s