Chapter 2014 – Act 08, Page 01

O dia foi tranquilo e a noite ainda mais animada. Encontrar o pessoal da faculdade na Paulista para bebericar e jogar conversa fora é sempre bom, e o tempo passa na agência tão rápido que mal percebi quando já era 20h20, hora de sair correndo e encontrar o pessoal. Hoje, não trabalharei como barman na balada, e por isso, só por isso ei de beber com os meninos. Só os ousados na Paulista, como costumamos dizer, para tentar fingir que somos “do funk”.
Antes de pedir meu Mocha na Starbucks, ou Starsucks como diria o Yuri, e depois pegar a dose de conhaque, senti tão forte a presença e ligação de Nanã, que foi quase impossível não cantar à velha orixá das águas. Êh, Saluba. A noite está fantástica e o clima está perfeito, pena que não tenho meu príncipe comigo, seria ainda melhor se ele estivesse junto, mas ambos teremos que trabalhar amanhã pela manhã, e isso implicaria muito em passarmos a noite juntos.
Enfim, estou quase chegando em casa e vou me jogar na cama, deixarei o banho para a hora que levantar, pois preciso pegar no sono o quanto antes.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s