Chapter 2014 – Act 08, Page 13

A Liberdade está interrompida. Calma, não me refiro só ao bairro e muito menos à estação, me refiro ao conceito mais puro da expressão. E aí tu me perguntas o porquê digo isso, lhe respondo que está é apenas uma percepção minha sobre a vida e sobre tudo que me cerca, um verdadeira interdição sobe os conceitos mais naturais da vida, a liberdade. E quem diz isso? Eu mesmo meu caro leitor.
Minha citação predileta é uma de autor desconhecido e, quase, de senso comum, “não sou obrigado”. E ela representa intrinsecamente a Liberdade, afinal, ser livre é poder optar e decidir. Vejo que hoje a Liberdade de alguns está interrompida por escolha própria, pois ainda nos resta a decisão e a escolha, mas mitos ignoram um modelo diferente daquele já implantado e assumido como “correto”. É correto eu afirmar que isso é melhor que aquilo, ou que tu deve seguir o meu modelo de vida e não aquele que você quiser?
Se sua resposta for sim, por favor, pare de ler este artigo e blog e resuma sua vida a um modelo “rebanho” e vá assistir sua novela. Mas, se a tua resposta for não, lhe ofereço uma reflexão: é justo obrigar alguém a deixar de consumir algo que gosta, porque você simplesmente decidiu que aquilo não é mais favorável a você? Creio que não, não é mesmo? Se você pensa assim, porquê ainda se preocupa tanto se alguém vai fazer um aborto? Sua função aqui não é julgar ninguém, nem mesmo os juízes julgam pessoas, eles julgam fato e argumentos, mas não pessoas. Ou, porquê se preocupar se o seu vizinho usa maconha, se tu não gosta, não use, não aborte, siga a sua vida e aplique nela aquilo que você acredita e deixe os outros aplicarem na vida deles aquilo que eles acreditam.
Vamos inverter o jogo, se o padrão moral e ético da sociedade disse que o correto é abortar e errado é levar adiante a gravidez, e você é contra esse ideal, o que iria fazer? Abortaria para que ninguém a recriminasse, ou continuaria sua gestação escondida e teria seu filho sem todos os recursos hospitalares para garantir um parto seguro? Se o “correto” fosse usar maconha, e você não acredita nisso, você usaria ou não? Repara que quando você se coloca no lugar do outro, você acaba pensando diferente? Quem foi que disse que homem veste azul e mulher rosa? Quem foi que disse que se mulher usa transparência está pedindo para ser estuprada? Então, homens que saem às ruas sem camisa, também pedem para serem abusados? Sério, precisamos rever esses conceitos que já não se aplicam à nossa sociedade contemporânea.
Daqui alguns anos, esse contemporâneo já será passado, e o contemporâneo, então atual, será um dos futuros que começamos a desenhar agora. E qual é o futuro que você desejaria viver? Sei que se disser “o futuro para seus para seus netos”, alguns poderão dizer que não terão netos, e estariam eles errados? Fique com todas essas questões em mente, pergunte-se o que iria fazer se estivesse do outro lado, divida suas opiniões. Pense. Viva. Seja diferente.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s