Chapter 2015 – Act 06, Page 10

Ressaca sem nem ter bebido. Aliás, só essa é a única ressaca que tenho, pois nem quando bebo acordo desse jeito. Já são 9h14 e estou um tanto quanto atrasado, mas me pergunto de que me vale a pontualidade nesse lugar se nada lá é pontual, ainda mais comigo. Sei que essa minha fala é extremamente conformista e péssima, mas é real e me cansa tentar algo novo quando ninguém quer mudar, quando o trivial está perfeito. Enfim, não ei de considerar todos os pontos que tenho vontade, vivaria uma história sem fim. Ainda jogado na cama, olho para o futuro e vejo que preciso criar coragem para levantar e rumar à agência antes que dê 10 horas. Sinceramente as 10 ou 11 horas me confortam, não há trânsito é muito menos transporte coletivo entupido de gente.

Já no metrô e não consigo compreender a incoerência de usar uma seta indicando a plataforma que o próximo trem irá parar, se o mesmo não prestará serviço, e o próximo trem útil para na outra plataforma. Não consigo compreender muitas coisas nessa inteligência popular. Mas o bom é que encontrei algumas sulistas bem divertidas que me fizeram dar boas e sinceras risadas. Gosto de gente assim, que fala o que pensa e vive feliz desta forma. Sinto falta de um PET, queria tanto ter um dog para eu apertar, beijar, dar muito carinho e levar comigo para todos os lados possíveis e imagináveis.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s