Chapter 2015 -Act 09, Page 19

O dia hoje foi feito por sagas. A primeira foi conseguir acordar o Dan para que comprássemos as roupas dele, sem nos atrasarmos para a maquiagem e depois ainda conseguir pegar o bus para Jundiaí. Primeira tarefa cumprida com quase sucesso. Táxi até a Starbucks, as vezes não entendo o porquê o Daniel gosta tanto de andar de táxi. Café da manhã. Forever 21 da Oscar Freire, nenhuma roupa que tenha nos chamado a atenção. Shopping Pátio Paulista, apesar da Zara e outras marcas, nada nos interessou. Shopping Frei Caneca, e nada também. 

Ainda bem que não gastamos dinheiro para a festa à fantasia, pois a guria acabou retificando o convite que havia feito a nós, em outras palavras, ela nos desconvidou.  A sorte é que não havíamos começado a maquiagem, pois se houvéssemos começado eu ficaria bem puto. Rumo ao Açaí Beach Bar, mais conhecido como Açaí da Augusta, conversar com a Nick e atualizar as fofocas. 

De volta para casa, o momento foi de pensar no jantar e foi aí que me frustrei horrores. Além de sairmos de casa bem bridados para procurar cantinas vazias pelo Bexiga num sábado à noite, a cantina que sugeri (lembrando dos momentos em família que sempre íamos àquela cantina) estava lotada e resolvemos não esperar. Seguimos para um restaurante na Bela Cintra e o Dan não curtiu o lugar por estar lotado e barulhento. Estava eu brisado e chateado por causa de que os lugares que escolhi estavam lotados, entrei na bad e aí fudeu. Tentei segurar a onda negariva, mas quando entramos naquele mexicano cheio da tigrada e o único lugar que tinha para sentar era o salão completamente iluminado e de frente para a Augusta, acabei perdendo o tesão por comer. Estava quase desistindo de comer quando o Dan foi fofo e resolveu ir comigo no Tollocos 😍 Isso foi fofo, pois ele não gosta de lá, ainda não entendi direito o motivo dele não curtir o lugar, talvez lhe traga lembranças ruins, ei de respeitar a vontade dele de não ir lá outras vezes. 

Desistimos da balada. Vamos curtir só nós dois e sermos felizes. Que tal sentar em algum lugar e conversar sobre a vida? Acho que seria válido avisarmos as gurias de que desistimos da balada cheia de tigrada. 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s