Chapter 2015 – Act 12, Page 01

O vento bateu na saia de Yansã, o vento bateu para Yansã rodar. 

Enfim esse martírio chegou ao fim. Hoje foi decretado que tirarei minhas “férias” e depois estou livre de contratos para poder ir embora da agência. Sim, será isso. Férias em dezembro e liberdade da péssima agência que me abrigou no último semestre. Já não conseguia mais respirar dentro daquele lugar fétido e sem vida. Lugar que sua energia e te esgota física, mental e espiritualmente. Acordei hoje com o ponto de Yansã em mente, e minha mãe fez com que os ventos soltos corressem e limpassem tudo que está à minha frente. Nada de ruim permanecerá em pé enquanto Yansã soprar. Eparrei minha mãe Oyá. 

Não sei o que você, caro leitor, faz no teu primeiro dia de férias, mas eu estou voltando para casa, tomarei um banho gelado, trocarei de roupa e irei ao MASP – Museu de Arte de São Paulo. É assim que começará meu novo ciclo, com mais cultura e amor. 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s